• Estúdio PiMa

Saiba tudo sobre os cactos

Essa linda família de plantas conta com mais de 2.000 espécies diferentes


A nossa planta da semana são os cactos, essa família de plantas que assusta com os espinhos, mas é uma das queridinhas quando o assunto é colocar plantas em casa, isso porque, devido a sua formação, o cacto necessita de poucos cuidados, o que atrai quem tem pouco tempo para se dedicar às plantas, mas quer ter o benefícios delas em casa.


Existem cerca de 2.273 espécies de cactos catalogadas no mundo, isso é muita coisa, e sim, a maioria deles tem espinhos. Os cactos são pertencentes à família das cactáceas e sobrevivem em lugares quentes ou áridos acumulando água em seus tecidos. Isso se dá pelo fato deles serem plantas suculentas, ou seja, plantas cuja raiz, o talo ou as folhas foram engrossados para permitir o armazenamento de água em quantidades muito maiores que nas plantas normais.


Algumas curiosidades


  • Sobre o uso de cacto em arranjos secos, não, ainda não descobrimos um jeito de secar os cactos, isso porque, como comentamos acima, eles tem muita água em sua estrutura, o que dificulta desidratar mantendo a sua estrutura.

  • Sol é fundamental: Para aumentar as chances do cacto florescer e se desenvolver, é preciso que ele receba bastante incidência de Sol. Além disso, o Sol também é importante para evitar um fenômeno chamado de estiolamento, onde o cacto fica tortinho e acaba se “esticando” em busca de luz.

  • Regar pouco durante o outono e inverno: De forma geral, os cactos não precisam de muita quantidade de água. Porém, no outono e no inverno, eles precisam de menos ainda, uma ou duas vezes no mês já é suficiente.


  • O erro mais comum é a rega em excesso: Esse é o problema mais comum dos cactos, ele acaba apodrecendo quando a rega é constante.

94 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo