• Estúdio PiMa

Conheçam as Proteas

10 fatos sobre as Proteas para você se tornar íntimo dessas lindezas


Protea King_EstúdioPiMa




Vamos falar dessa flor maravilhosa de origem Sul Africana, mas que hoje já existe em todas as partes do mundo.

O gênero das Proteas se destacam por serem grandes, lindas e resistentes, por isso, vamos listas aqui 10 curiosidades para você conhecer melhor essa flor.










1 - Fósseis de 300 milhões de anos provam que a Protea é uma das plantas mais antigas do mundo

gif

2 - Proteas ocorrem naturalmente no hemisfério sul

Por isso, acredita-se que o gênero protea tenha se originado no supercontinente Gonduana. Quando o continente finalmente se dividiu, as proteas se espalharam por diferentes continentes e países, incluindo Austrália , Nova Zelândia e América do Sul.

3 - O nome “protea” foi inspirado na mitologia grega As Proteas têm o nome de Proteus, filho de Poseidon, que entre suas qualidades estava a metamorfose, destacando a variedade de plantas encontradas na grande família das proteaceae .


4 - A protea foi nomeada e classificada em 1700

O pai da taxonomia e botânico, o sueco Carl Linnaeus, deu à protea ( proteaceae ) seu nome em 1735.

5 - Protea fez o seu caminho para a Europa

A primeira referência a uma protea foi encontrada em um livro publicado na Antuérpia em 1605, mas os botânicos só introduziram oficialmente as plantas na Europa no século 18.


Protea Safari_EstúdioPiMa

6 - A família protea é grande e diversa

Com mais de 1500 espécies, as proteas vêm em diferentes formas e tamanhos, de arbustos a árvores altas. As proteas também são conhecidas como arbustos de açúcar, devido à quantidade excessiva de néctar que as flores produzem.


7 - A Austrália tem a maior diversidade de espécies de protea

Embora a África do Sul seja associada a proteas mais do que qualquer outro país, a Austrália tem a maior coleção de espécies do planeta - mais de 850. A África do Sul vem em segundo lugar, com mais de 330 espécies.


8 - A Protea king (protea cynaroides) assumiu o título de flor nacional da África do Sul em 1976

A protea do rei, assim chamada devido à sua semelhança com uma coroa, é a maior de todas as proteas. A flor aparece nas certidões de nascimento e passaportes sul-africanos, bem como na moeda sul-africana de 5 Rand, e o Proteas, time de Críquete da África do Sul, também recebeu o nome do gênero.



9 - Proteas podem sobreviver a incêndios florestais

Botões adormecidos sobrevivem aos incêndios florestais que tantas vezes limpam a terra seca do Cabo, apenas para emergir quando o fogo se vai. As plantas são, como tal, resistentes e podem suportar as mais duras condições meteorológicas.


10 - Todas as proteas têm um sistema de raiz proteóide

Uma coisa que une todas as proteas de formatos e tamanhos diferentes é o sistema radicular. O sistema de raiz proteóide permite que sobrevivam em solo que não é rico em nutrientes.


Prontinho!


Agora você já conhece bem essa raridade que começou a ser produzida com mais força de uns anos para cá no Brasil e pode ser encontrada com mais facilidade em várias floriculturas.



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo