• Estúdio PiMa

As árvores mais comuns da cidade de São Paulo

Hoje é aniversário de São Paulo, essa cidade linda, urbana e que a natureza as vezes parece distante no meio da selva de pedras, por isso queremos convidar vocês a prestar atenção nas árvores e plantas do seu bairro, descobrir quais são elas é um importante passo para a conexão com a natureza.


Esse conhecimento da natureza que nos envolve é importante para entender e reconhecer a importância dessa biodiversidade que está ao nosso redor. Por isso, no aniversário de São Paulo, queremos falar sobre as árvores mais comuns que temos na nossa cidade, elas nos trazem sombra, melhoram o ar e trazem um monte de vida com elas.

O paisagista e pesquisador Ricardo Cardim fez um levantamento das espécies mais comuns nas calçadas de São Paulo e compartilhamos agora com você:


1. Tipuana (Tipuana tipu) – nativa da Bolívia, muito plantada entre 1940 e 1980.



2. ficus (Ficus benjamina) – nativa do sudeste asiático, muito plantado pela população a partir de 1990.



3. Alfeneiro – (Ligustrum Japonicum) nativo do Japão, teve sua época entre 1900 e 1990.


4. Jerivá – (Syagrus romanzoffiana) – típico das matas originais da Cidade, é plantado desde os tempos coloniais. ÚNICA NATIVA REGIONAL de São Paulo.


5. Sibipiruna – (Caesalpinia peltophoroides) – nativa da Mata Atlântica do Rio de Janeiro para o norte, plantado desde 1940.


6. Pau-ferro (Caesalpinia ferrea) – nativo do nordeste do Brasil, é usado em arborização desde o começo do século XX.


7. Jacarandá-mimoso (Jacaranda mimosaefolia) – nativo da Argentina, plantado desde o começo do século XX.




8. Resedá (Lagerstroemia indica) – nativo do sudeste asiático, plantado desde o segundo quartel do século XX.



9. Quaresmeira (Tibouchina granulosa) – nativa da Serra dos Orgãos (RJ), plantado desde a segunda metade do século XX.


Agora que você já conhece as árvores mais comuns da nossa cidade, fica fácil reconhecer quais delas tem na sua rua, no seu bairro. Cada uma delas tem uma importante característica que atraí diferentes biodiversidades.


#existevidaemsp

905 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo